A campanha Você é meu Pai tem o objetivo de promover o envolvimento de pais em atividades de cuidados diários de seus filhos, nas divisões de tarefas domésticas e no cuidado de sua própria saúde e de sua família. Mais do que envolver pais biológicos, a campanha busca reconhecer e valorizar o papel paterno, com responsabilidade, afeto e cuidado, que homens desempenham com as crianças, sejam eles seus tios, avôs, padrinhos, padrastos, professores irmãos, pais solteiros ou em famílias nucleares formadas por casais do mesmo sexo ou não.

Você é meu Pai faz parte da iniciativa global MenCare, que promove relações igualitárias e não-violentas entre homens, mulheres e crianças em mais de 25 países.

Lançada em 2012, a campanha conta com cartazes, vídeos, folder e uma exposição fotográfica com pais de diversas origens sociais e ocupações.

Veja e baixe aqui os materiais de campanha.

Por que é importante que os homens se envolvam no cuidado?

Dados da Pesquisa Internacional sobre Homens e Equidade de Gênero – IMAGES demonstram que homens que viram seus pais desempenhando papeis de cuidado tendem a também realizar essas tarefas e a adotarem atitudes não violentas com suas filhas, seus filhos, parceiras, parceiros e crianças pelas quais são responsáveis.

O envolvimento ativo do homem na paternidade, desde o pré-natal, contribui para o desenvolvimento saudável de seus filhos e filhas e contribui para uma criação com mais igualdade, transformando seus futuros e de suas parceiras ou parceiros.

A campanha é apoiada por

Fundação Bernard Van Leer, John D. and Catherine T., Fundação MacArthur, CARE-Noruega, Agência Sueca de Desenvolvimento Internacional (SIDA)

Parceiros nacionais

Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (CESeC), Instituto Papai, ONU Mulheres (Brasil), Mz3, Beto Pêgo, Contágio Criação, REC Design, Área Técnica da Saúde do Homem – Ministério da Saúde, Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, CECIP, UFF.

Os 10 temas da campanha

Veja as atitudes que os pais e homens que cuidam em geral podem ter para fazer a diferença em suas vidas e nas vidas das crianças.